Congresso de Jornalismo da UEMG


Bem vindos!

I Congresso de Jornalismo da UEMG

INSCRIÇÕES PARA MINI-CURSOS

Estão abertas as inscrições para os Mini-Cursos do I Congresso de Jornalismo da UEMG.

Mini-Curso 1 - 15/05 às 9h

Técnicas e discursos nos retratos fotográficos

Prof. Dr. Luiz Feliciano

Link para inscrição: https://forms.gle/sptnST46RKNDzgHD6

Mini-curso 2: Análise de Redes Sociais - Introdução ao uso de software Gephi - 16/05 às 9h.

Prof. Dr. Thiago Franco

Link para inscrição:https://forms.gle/neARZ8RgZeBTiaYV7

Bem vindos ao I Congresso de Jornalismo da UEMG, que neste ano de 2019 será realizado na Unidade de Frutal. Para este ano o tema escolhido para debates foi: A Transformação do Jornalismo no Século XXI.

Diante dos avanções das Tecnologias de Comunicçaão e Informação, principalmente no início do atual século, com a grande difusão da Internet, redes sociais, aplicativos de mensagens instantâneas, entre tantos outros avanços registrados após a virada do Século XX para o Século XXI, propomos um debate sobre como as transformações ocorridas também no Jornalismo em todos os seus sentidos: da prática nas ruas, à emissão de mensagens, recepção e teorias sobre o Jornalismo.

O Congresso será realizado nos dias 14, 15 e 16 de maio de 2019 na Unidade de Frutal. A Submissão de trabalhos está aberta até o dia 30 de abril, no formato de resumo.

As descrições do GT estão logo após as regras de submissão.

Confira as regras de submissão:

Resumo expandido:

Data limite de envio: 03 de maio de 2019.

 Formatação do texto:

- Entre 4 e 5 folhas A4;  

- Espaçamento entre linhas de 1.5; 

 -Fonte 12, Times New Roman ou Arial 

- Margens: superior e esquerda: 3 / inferior e direita: 2

O resumo deverá obrigatoriamente conter os seguintes elementos: Introdução, Objetivo, Metodologia, desenvolvimento, Conclusão.
 
Os resumos deverão ser submetidos por meio deste portal. Faça o cadastro, selecione e GT e siga as instruções de submissão.
 
Para submissão do texto completo (após o evento):

Data limite de envio: 30 de julhode 2019.

Formatação do texto:

- Entre 10 a 15 folhas A4;  

 -Espaçamento entre linhas de 1.5; 

 -Fonte 12, Times New Roman ou Arial;

-Margens: superior e esquerda: 3 / inferior e direita: 2

Descrição dos Grupos de Trabalho:

GT 1 -  Redes Digitais e Convergência

Quais são as novas configurações do jornalismo na época das redes digitais? As implicações das novas tecnologias passam pela velocidade do compartilhamento e difusão das informações ao aumento da participação do público na construção da notícia. Além do grande volume de informação (Big Data), a complexificação da ecossistema midiático marca profundamente o contexto da cultura da convergência em que estamos imersos e delineia os novos desafios do jornalismo, enquanto campo profissional e modelo de negócio. Este Grupo de trabalho acolherá pesquisas em andamento ou finalizadas que tratem dessas questões, também daquelas que analisem os nossos horizontes abertos com as redes digitais: jornalismo colaborativo, jornalismo de dados, etc.

GT 2 - Comunicação Comunitária, Cidadania e Jornalismo Regional

Em um processo de globalização os meios de comunicação são considerados por pesquisadores dos estudos culturais, como Jésus Martin - Barbero (2003), como espaços estratégicos onde o povo tem a possibilidade de redescobrir seu lugar, sua cultura e estabelecer redes de poder. Nesta direção, a comunicação comunitária representa um importante instrumento de participação popular. É a comunidade, em sua realidade histórica, que tem a oportunidade de transmitir as próprias necessidades, lutas e reivindicação. Os veículos possuem o potencial e a vocação de serem o espaço para ser da voz e da vez do povo. Em uma realidade multicultural é relevante debater temáticas relacionadas ao Jornalismo local e regional e o papel preponderante que ocupa na construção de notícias e no fluxo informacional, como nas áreas culturais, esportiva, de saúde, entre outros setores. É neste contexto que o GT Comunicação comunitária e jornalismo local e regional propõe receber trabalhos que debatam sobre as questões levantadas. Serão bem-vindos temáticas relacionadas aos diversos veículos de comunicação comunitária, comunicação comunitária e mídias sociais, jornalismo e extensão rural, legislação e comunicação comunitária, desigualdade e jornalismo, comunicação e saúde; jornalismo regional e esporte.

GT 3 - Teorias da comunicação e processos comunicacionais

Pesquisas sobre processos de comunicacionais. Estudos em teorias e correntes teóricas do pensamento comunicacional em suas diversas escolas: pesquisa americana, semiótica, teoria crítica, a cultura, entre outras. Comunicação de caráter interdisciplinar.

GT 4 - Análise ou Produção Audiovisual e Fotográfica

Este GT aborda estudos e relatos de experiências relacionados às produções audiovisuais, inclusive as realizadas para internet e/ou por dispositivos móveis. O GT "Produções Audiovisuais" engloba análise e produção de filmes, programas, curtas, programetes, vinhetas, sejam avulsos ou seriados. Além disso, tem por objetivo também adentrar em as questões histórias e/ou de inclusão social, como audiodescrição, legendas e libras em produções audiovisuais.

GT 5  - O Jornalismo Impresso no Século XXI

O jornalismo impresso e os desafios no século XXI perante a digitalização, convergência de mídia e as novas interfaces de comunicação. Desta forma, o objetivo é discutir o papel do jornalismo impresso no atual século, quais as seus avanços, desafios, modos e formatos de produção estabelecidos para sobreviver às transformações nos formatos de transmissão de notícias e informações.

GT 6 - Jornalistas e Receptores-Fontes: novos desafios no século XXI

As tecnologias digitais criaram condições materiais para novas formas de sociabilidade e comunicabilidade. Nesse sentido, o jornalismo não passou incólume  as transformações tecno-sociais, tendo sido afetado em suas rotinas produtivas, modos de endereçamento e diálogo com os receptores, que também ocuparam o espaço de instância produtora de informação. Este grupo de trabalho visa, portanto, discutir e debater as novas práticas jornalísticas, os novos desafios para a profissão e a pluralidade de vozes no espaço público com a potencialidade dos receptores-fontes.


Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

1 a 1 de 1 itens